junho 21, 2017

Ashik

Eu acompanho o que está acontecendo porque ainda tenho família no país. Eu tive que deixar minha esposa e meus filhos para trás. Estou há dois anos no Brasil e sinto muito a falta deles. Eles querem vir cá, mas eu ainda não tenho o meu RNE. Eu tive meu protocolo por um ano, e tive que renová-lo. A Polícia Federal me disse que estava em um momento de crise. Disse que eu poderia voltar para Bangladesh por no máximo de 3 meses, mas eu não posso fazer isso. A situação é extremamente restritiva. Os bancos não aceitam o número de protocolo para abrir uma conta bancária. As imobiliárias não o aceitam para alugar nem casa nem apartamento. Não consigo me cadastrar como empresário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *